sábado, 5 de novembro de 2011

Aos pés da Santa.

Quando cheguei caía a noite cerrada
e o seu sorriso iluminava a madrugada
como lua prateada quando voa encantada
clareando o firmamento, prenunciando bom tempo.
Cheguei trazendo as novidades da estrada
e a nossa casa parecia ensolarada pra alegrar minha chegada.
E tinha flor em cada jarro de planta
e lá nos pés da Santa, a minha fotografia
com as palavras que diziam:
"Proteja meu homem enquanto guia!"
Vi no seu rosto a beleza de quem ama
e vi ainda que a saudade ardia em chama,
e sendo assim fomos deitar em nossa cama
toda coberta de renda branca, perfumada de alecrim.
Mas o meu peito era só de sofrimento.
É que guardava comigo um segredo
de uma paixão inesperada que me tirava o sossego,
e não havia pensamento que me deixasse a contento.
Quando acordei não tinha mais felicidade.
Já não olhava com igualdade a mulher que eu amava.
Ajuntei os meus pedaços, deixei o medo de lado,
lembrei o que é dignidade e lhe contei toda verdade
que ainda carecia contar.
"Parecia uma paixão passageira,
mas ainda essa noite deitei contigo e lhe amei pensando nela,
e não encontro punição que espante
todo remorso desse coração errante."
Vi nos seus olhos a garoa que descia,
como desce em noite fria, e orvalha a plantação.
Foi como um raio certeiro no meio da escuridão,
caiu direto no peito estraçalhando o coração.
Foi então que ela me disse:
_"Errar todo ser humano erra,
quero ver ter humildade pro perdão.
Pega o caminhão, vá trabalhar e vá com Deus!
Mas, quando voltar à noitinha, passe lá e diga adeus."
Quando eu voltei já era noite fechada.
Não me perguntou nada,
o seu sorriso era lua encantada
e tinha flor pela casa em cada jarro de planta,
e lá nos pés da Santa, a minha fotografia
com as palavras que diziam...
"Proteja meu homem das tentações dessa vida ruim,
faça por ele o que a Senhora um dia fez por mim."

Um comentário:

Nado Siqueira disse...

Olá Jota sou seu fã suas músicas são verdadeiras obra-primas parabéns.
Gostaria de saber se é possível eu te enviar uma letra chamada "Vercilando um Pouco" foi uma homenagem que fiz ao Jorge Vercillo esse grande poeta contemporâneo e se puder como faço para envia-la

Obrigado!